Como lidar com a depressão

A depressão é uma doença grave que, na grande maioria das vezes, é tratada como “frescura” ou como um estado comportamental, sem a devida atenção e cuidado. Saber como lidar com a depressão é essencial para a recuperação da pessoa em questão.

O que é a depressão?

Antes de saber como lidar com a depressão é importante entender o que é a depressão.

Depressão é uma doença que acontece a partir de uma mudança nos neurotransmissores, ou seja, desregulam os neurotransmissores, mais especificamente, desregulam os níveis de serotonina, noradrenalina e dopamina.

Serotonina, noradrenalina e dopamina são responsáveis pelo sono, apetite, sexualidade, humor, stress, dor, comportamento, ansiedade e motivação. As funções desses neurotransmissores estão diretamente ligadas aos sintomas da depressão.  A grande maioria dos casos de depressão acontecem por diversos fatores psicológicos que demoramos para entender ou notar.

Sintomas da depressão

Ao contrário do que se acredita a depressão não é causada por fatores psicológicos como por exemplo o stress, tristeza, ansiedade, angústia e irritabilidade. Estes, na realidade, são sintomas da depressão.

Os sintomas da depressão, mais especificamente, são:

  • Tristeza
  • Desânimo
  • Desmotivação
  • Apatia
  • Ansiedade
  • Irritabilidade
  • Insegurança
  • Stress
  • Cansaço
  • Falta de apetite
  • Diminuição da libido sexual

Ao saber quais os sintomas, é possível entender melhor como lidar com a depressão. Podendo identificar os sintomas em si próprio ou em alguém conhecido poderá auxiliar essa pessoa no tratamento e a vencer essa doença.

Como tratar a depressão?

Após a suspeita da depressão é necessário consultar um médico especializado, tanto um psiquiatra quanto um neurologista. Após a confirmação do diagnóstico o médico irá indicar qual o melhor tratamento para o paciente.

O tratamento para a depressão pode ser feito com medicamentos, hoje em dia não existe apenas medicamentos “tarja preta” e controlados, o mercado farmacêutico vem se ampliando em medicamentos fitoterápicos e em ­­reposições hormonais.

Além dos medicamentos, é recomendado o acompanhamento com um psicológico ou terapeuta para auxiliar o paciente a lidar com os problemas do dia a dia que são agravados pelo quadro da depressão. Esse acompanhamento deve ser contínuo, para evitar que a depressão retorne.

A vida após a depressão

A depressão é uma doença que pode voltar, mesmo após o fim do tratamento com medicamentos. Por isso, é aconselhável continuar com o acompanhamento.

Também recomenda-se ao paciente melhorar a qualidade de vida, buscando diminuir as preocupações, respeitar uma dieta balanceada e buscar ter um sono de qualidade, mesmo após o tratamento. Assim, é possível evitar que a depressão retorne ou se agrave.

Deixe um comentário