2 de setembro de 2014

Doenças pulmonares - pneumonias

 

Com o fantasma da pneumonia rondando o mundo, nada melhor que saber prevenir-se.

Dr. Luiz Freitag

Com a chegada dos dias frios no outono manifestam-se com mais freqüência as infecções respiratórias, como asma, bronquite e enfisema, que podem surgir isoladas ou interrelacionadas. Em geral, a asma não é provocada pelo fumo e não leva ao enfisema. Na maioria das vezes a bronquite crônica e o enfisema são ocasionados pelo cigarro.

Neste artigo vamos discorrer sobre as pneumonias, que não são uma única doença, mas uma lesão do pulmão, onde estão presentes inúmeras bactérias, centenas de vírus, fungos e parasitas, como o protozoário causador da pneumonia característica dos portadores de AIDS. Não podemos deixar de lembrar a fumaça emitida pelos cigarros e charutos, que são tóxicas e provocam pneumonias comuns nos idosos.

A recomendação da aplicação da vacina em pessoas com sessenta anos ou mais continua sendo válida e preventiva, muito mais ainda quando o idoso já apresentou alguma patologia pulmonar no passado ou ainda é fumante. Essa vacina reduz a possibilidade de pneumonia, principalmente a mais comum, ocasionada pelos pneumococos. Seus efeitos colaterais, entre os quais discreta dor no local e febre mínima, cessam em 24 a 48 horas.

As pneumonias, em geral, começam com tosse forte, febre alta ( 38º a 40º), arrepios de frio e tremores pelo corpo. Pode ainda ocorrer uma forte dor no peito, ao respirar mais fundo. Não espere piorar, vá logo ao médico, que solicitará exames apropriados e iniciará o tratamento por um período de sete a dez dias. Se não melhorar nesse prazo, com repouso em casa e medicamentos, será indicada a internação.

O risco de contrair pneumonia em nossos dias cresceu muito, devido à exposição ao ar condicionado contaminado, viagens em transportes fechados, muitas vezes superlotadas, com pouca circulação de ar, onde não se conhecem os outros passageiros, e, principalmente, hospedagem em hotéis sem referência. Se você for diabético, fumante, hipertenso e ainda ingerir um pouco mais de bebidas alcoólicas os cuidados deverão ser redobrados.

Atualmente é preocupante o surgimento da pneumonia atípica asiática (SARS – síndrome aguda respiratória severa), originária da China, que se espalhou para Hong Kong, Cingapura, Canadá e Estados Unidos. As mais recentes pesquisas chegaram a algumas conclusões a respeito das causas dessa doença: falta de saneamento básico, assim como a probabilidade de ser proveniente de animais, o que se mostra mais assustador, reportando-nos a um dos fatores sempre citados, como o aparecimento da AIDS, através da transmissão de vírus de macacos para seres humanos!

O que podemos aconselhar é não viajar para os países citados e também evitar o contato físico, mesmo ao falar, com pessoas que vieram recentemente dessas regiões, usando máscaras apropriadas e seguindo as recomendações divulgadas pela Vigilância Sanitária.

  Prevenção

• Tomar as vacinas distribuídas nos postos de saúde de todo o Brasil nos meses recomendados. Para a SARS, infelizmente ainda não existe vacina.
• Não fumar
• Comer muitas frutas, legumes e verduras, além dos alimentos habituais.
• Tomar bastante água
• Caminhar meia hora por dia ao ar livre.
• Evitar aglomerações desnecessárias em ambientes fechados.

Patrocinio





Recado
Anjos de um minuto
Ele avançou com dificuldade e, então, percebeu. A mulher seguia ao lado

Somando forças
Um ano cheio de surpresas, este que deixamos para trás. A natureza em fúria deixou penosas lembranças

Cumpra sua lista. Sempre há tempo
Novo ano. Sempre é hora de revisar comportamentos e tomar rumo certo

Quando pensar faz mal
Às vezes surpreendo as pessoas afirmando que pensar racionalmente

© 2014 Vidaintegral Ltda.