18 de dezembro de 2014

Anemias no idoso

 

Dr. Luiz Freitag

                       

Considera-se idoso o organismo no qual j√° se estabeleceram 65% de altera√ß√Ķes biol√≥gicas relacionadas ao envelhecimento. Essas altera√ß√Ķes dependem de fatores gen√©ticos e, principalmente, nutricionais. Uma pessoa que recebeu cuidados alimentares desde crian√ßa tende a manter-se saud√°vel na velhice, desde que continue controlando a sa√ļde.

Nem todas as modifica√ß√Ķes biol√≥gicas no decorrer da vida s√£o fisiol√≥gicas, isto √©, pr√≥prias do envelhecimento natural. Para exemplificar, uma discreta anemia no idoso, nem sempre levada em considera√ß√£o num exame laboratorial de rotina, pode levar a uma doen√ßa mais grave, se n√£o for tratada precocemente. √Č preciso lembrar que a maioria dos valores de refer√™ncia utilizados nos exames laboratoriais s√£o estabelecidos a partir de estudos em pessoas de vinte a quarenta anos. Por essa raz√£o, um valor considerado normal nem sempre √© v√°lido para o paciente idoso.

Quanto √† concentra√ß√£o de hemoglobina no resultado de um hemograma, o valor¬† de 12,0 g/dl √© um √≠ndice limite, abaixo do qual deve-se investigar melhor o que est√° ocorrendo com o paciente. A contagem de gl√≥bulos brancos (leuc√≥citos) n√£o √© relevante, porque com o avan√ßo da idade h√° uma redu√ß√£o dos linf√≥citos, considerando-se normal, num hemograma, a taxa de tr√™s a nove mil leuc√≥citos por mil√≠mentros c√ļbicos. O n√ļmero de plaquetas e hem√°cias tamb√©m n√£o se altera muito com a idade, podendo variar de 150 000 a 450 000 por mil√≠metro c√ļbico.

H√° diversas formas de anemia mais comuns nas pessoas idosas:

ANEMIA FERROP√äNICA ‚Äď √© a mais freq√ľente entre as pessoas de idade, abrangendo quase a metade dos casos. Vem associada a certas les√Ķes do est√īmago, alguns tipos de c√Ęncer do aparelho digestivo e parasitoses intestinais. Essa car√™ncia de ferro √© muitas vezes provocada por hemorragias anais, no caso de tromboses hemorroid√°rias. √Č necess√°rio pesquisar a presen√ßa de sangue oculto nas fezes.

ANEMIA POR DEFICI√äNCIA DE VITAMINA B12 ‚Äď corresponde a 10% dos casos e √© provocada por disfun√ß√Ķes end√≥crinas, doen√ßas g√°stricas,¬† cirurgia do est√īmago, mol√©stias intestinais, como a Doen√ßa de Crohn.

O alcoolismo cr√īnico e a defici√™ncia alimentar, como na alimenta√ß√£o vegetariana rigorosa tamb√©m contribuem para esse tipo de anemia. O tratamento √© feito com inje√ß√Ķes de vitamina B12, por via intramuscular.

TALASSEMIA ‚Äď √© um tipo de anemia cong√™nita, que ocorre com mais freq√ľ√™ncia em pessoas da ra√ßa negra.

H√° outros tipos de anemia menos comuns, como a provocada por defic√™ncia de √°cido f√≥lico, por insufici√™ncia renal cr√īnica e anemia hemol√≠tica.

Cabe ao médico detectar o tipo de anemia e indicar o tratamento adequado para cada caso. O paciente não deve ingerir vitaminas por conta própria, apenas levado pela propaganda.

Envelhecer sem qualidade de vida n√£o √© nenhuma b√™n√ß√£o. Importante √© manter a sa√ļde, mais valiosa que a expectativa de uma vida mais longa.

 

‚Äď O Dr. Luiz Freitag √© m√©dico geriatra em S√£o Paulo. lvfreita@uol.com.br

                      

Patrocinio






Recado
Olá, aqui vai uma novidade para você!


Anjos de um minuto
Ele avançou com dificuldade e, então, percebeu. A mulher seguia ao lado

Somando forças
Um ano cheio de surpresas, este que deixamos para tr√°s. A natureza em f√ļria deixou penosas lembran√ßas

Cumpra sua lista. Sempre h√° tempo
Novo ano. Sempre é hora de revisar comportamentos e tomar rumo certo

Quando pensar faz mal
Às vezes surpreendo as pessoas afirmando que pensar racionalmente

© 2014 Vidaintegral Ltda.