23 de julho de 2014

Brotos, a horta dentro de casa 

De fácil cultivo, podem ser produzidos em qualquer época. Ricos em nutrientes, são garantia de saúde à mesa.  

Eles podem ser utilizados em saladas, sopas, drinques naturistas, ou com frutas e até sozinhos, com temperos leves. São saboreados há muitos anos em países desenvolvidos. A planta é considerada um milagre: não precisa de chuva, sol e nem mesmo terra. A colheita pode ser feita no período de três a cinco dias. Rica em enzimas, vitaminas e sais minerais, tem o poder de reconstruir o sangue mais rapidamente do que o fazem o pão e o leite, sendo, por esta razão, recomendada por médicos a seus pacientes anêmicos. Pode ser cultivada em casa e consumida crua.

O nome desse produto? Broto. De feijão, de trigo, de alfafa, de soja, de grão-de-bico, ervilha, lentilha... de todo cereal comestível. Nessa relação, no entanto, os nutricionistas dão primazia à alfafa, por ser extremamente nutritiva e apresentar, ainda, 70% de clorofila, teor considerado bastante alto.

Veja agora como fazer seus brotos, e boa sorte... com ajuda dos brotos!

Material

1.Vidro grande de boca larga;

2. Um pedaço de gaze ou pano fino;

3. Um pedaço de elástico.

Como proceder

1. Pegue um punhado de sementes, coloque no vidro que não precisará ficar tampado e encha de água. O tempo ideal de permanência é de aproximadamente seis horas.

2. Decorridas seis horas, coloque gaze ou pano fino na boca do vidro e prenda com elástico. Em seguida, despeje toda a água. Este líquido, segundo especialistas, contém grande quantidade de nutrientes hidrossolúveis e enzimas que auxiliam a digestão. Por esse motivo, em vez de ser jogado fora, pode ser ingerido ou aproveitado em preparações culinárias.

3. Mantenha o vidro de cabeça para baixo num ângulo de 45 graus.

4. Todas as manhãs; durante o período de germinação, enxágüe os grãos com água filtrada para que fiquem sempre úmidos.

5. Conserve em lugar escuro e ventilado.

6. Assim que se transformem em brotos, guarde na geladeira para consumo.

Brotos para todos

Os nutricionistas advertem que os grãos não germinados até o segundo ou terceiro dia devem ser jogados fora, do contrário há o risco de contaminarem outros grãos com fungos e prejudicarem a microorta.

Os brotos são indispensáveis ao cardápio de obesos ou pessoas com insuficiências digestivas ou nutricionais. Saladas, sucos, sanduíches. Ensopados, picadinhos, bebidas e coquetéis naturistas podem e devem ser enriquecidos com brotos. Na verdade, eles podem acompanhar qualquer tipo de alimentação sem alterar-lhe o sabor.

Vai aqui uma receita deliciosa para o desjejum:

Coloque no liqüidificador uma banana, um pedaço de mamão, duas xícaras de leite, meia xícara de alfafa germinada e uma pitada de canela. Bata o mais rápido possível para não espumar: Experimente...

Não misture limão com alfafa: são incompatíveis.

Caso você não tenha tempo ou paciência para cultivar brotos, compre-os nos bons supermercados. Normalmente encontram-se à venda brotos de alfafa, de trigo e de feijão. A vantagem de cultivá-los em casa é que você tem todo o controle da “produção”.  

Patrocinio







Recado
Anjos de um minuto
Ele avançou com dificuldade e, então, percebeu. A mulher seguia ao lado

Somando forças
Um ano cheio de surpresas, este que deixamos para trás. A natureza em fúria deixou penosas lembranças

Cumpra sua lista. Sempre há tempo
Novo ano. Sempre é hora de revisar comportamentos e tomar rumo certo

Quando pensar faz mal
Às vezes surpreendo as pessoas afirmando que pensar racionalmente

© 2014 Vidaintegral Ltda.